sábado, 16 de janeiro de 2010

Tudo foge do controle


E naquela noite, era só mais uma noite comum até olhar os teus olhos. Um garoto qualquer que estava na minha lista de sábado.

O pensamento foi ficando mais forte, os encontros mais recentes e os beijos mais intensos e calorosos. As conversas já não eram mais tão tímidas e os corações de certa forma, estavam ligados, mesmo em meio à distância.
Naquela noite, sai para encontrar outro alguém, fingir que esqueci você, mais foi em vão. Ouvi a música e senti a lágrima fria escorrer pelo meu rosto, tive a certeza. O que eu sentia era real mesmo eu dizendo que não poderia acontecer. Minutos depois eu estava nos teus braços, os nossos corpos quentes, grudados, tudo tão intensos. A sua mão em meu corpo, os pelos arrepiados, os sentimentos tão profundos, a cada vez a gente se envolvia mais.  E eu já não consigo mais me controlar.



Marcela Alves

8 comentários:

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Intensidade não tem freio, apenas consequências, positivas ou não. Mas mesmo assim pode ser bom se entregar aos desejos da paixão.

Bjos

Letícia disse...

u.u adorei, escreveu oq ha de bom na paixão

Ivan disse...

Oi Marcela,

Obrigado por seu comentário no amordopapelão. Seja sempre bem vinda por ali.

Uma beijoca.

Ivan.

PorUmDiaEscritora disse...

"fingir que esqueci você, mais foi em vão. Ouvi a música e senti a lágrima fria escorrer pelo meu rosto, tive a certeza"

tantas e tantas vezes...não querer e não conseguir :x

muito bom o texto :) beijinho**

Kim Sousa disse...

sempre quando os encontros ficam mais frequêntes, um acaba gosta mais do outro...quando é os dois, então, perfeito...e pelo visto está ficando ávido mesmo...ahah

Abração Marcela e boa sorte...ahah

Mayara disse...

Olá... vim agradecer sua visitinha no meu blog...
volta sempre ta... adoreii akii... tou te seguindo...
bjuus.

Anônimo disse...

Nussa amiga ameii essa hem....

Anônimo disse...

Nussa amiga amei essa Bjus