quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Mais um Bilhete

Quando abri os olhos já passava do meio-dia. Coloquei quaquer blusa de frio e fui lá fora. O céu estava cheio de nuvens, a chuva caia de vagar, era bonito e breve.
Aquele silêncio.Só ouvi o barulho das gotas caindo calmamente pela rua, molhando os carros e se aconchegando no meio fio, onde se faziam as poças.
Aquele meu momento de tranquilidade, foi interrompido por minha mae, que insistia em fazer aquele rotinha ridícula.
Deitei-me mais uma vez, mais agora na frente da TV. Comecei a pensar em voce. Sei lá, é sempre tão confuso analisar nos dois. Pensei no garoto que eu havia conhecido há pouco tem,po, ele é legal, mas nao é voce. Seria justo continuar a minha vida, e se voce aparece,  e se tudo volta a se como era? Embora eu nao acredite que voce apareça, mas sempre há um pouquinho de esperança em mim.
Quando percebi, havia tirado um belo cochilo. Acordei um pouquinho assustada com o barulho da TV, estava passando um daqueles comerciais sobre a copa do mundo. Levantei de vagar e olhei pela janela, ainda caia aquela chuvinha chata que era até bonita, mas era triste como todos os dias chuvosos.

Marcela Alves

8 comentários:

Thiara Ribeiro disse...

Um tempo cinza e molhado é sinônimo de melancolia...

^^

;*

♪ Nαdine. disse...

Eu também sempre tenho esse pouquinho de esperança. Beijo :*

Nina disse...

Amei teu blog. Tô seguindo...

Se quiser, poderia seguir o meu?

Bjos,

Nina

Ives disse...

É impressionante como a chuva inspira as poesias, os contos, as fábulas. Já a sigo, abraços

Tatiane Lemos disse...

Coisas simples deviam modificar uma vida, ñ?

Beijos Marcela, ótimo fim de semana!

Sαbrinα Frehí disse...

passei por aqui, e adorei.
beijinhos :*

Fran.ciellen :) disse...

Sim, é mais que justo você continuar a vida, mesmo nos dias chuvosos e cinzas. É seu direito.

Nina disse...

Que bom que meus textos te emocionam... Eu estava enganada. Que bom né?


Bjos no coração

Nina