quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Sobre os Amores que não Acontecem IV



4 – Amores Passageiros
(final)



Aviam-se desencontrado diversas vezes. Não sobrava mais tempo, talvez não sobrasse mais tanto sentimento também. André andará por outros caminhos, outras festas, outras pessoas e outros momentos com sua ex-amada. Samantha ficava apenas na expectativa, na espera constante que não lhe era uma boa companheira.
Encontraram-se mais uma vez e não havia mais tanto desejo, o que havia era uma espécie de rotina, como se um não quisesse perder o outro, mas também não faziam com que o “relacionamento” evoluísse.
Acabou assim. Simples e doce. Como quem come brigadeiro de panela em noites de chuva assistindo a um romance na TV. No começo Samantha ficou desolada, mas com o passar dos dias se acostumou. Novos amores apareceram e mudaram tudo outra vez.
André continuou como se não houvesse nada e não havia. Continuaram a suas vidas e manterão a amizade que existia há tanto tempo.



- Foi bonito e breve, como a curta vida de uma borboleta.



- Marcela Alves

4 comentários:

raquel disse...

Muito obrigada! Beijinho*

. Nadine disse...

Finais são sempre tristes, é doloro ter que ir embora, procurar o fim, o esquecimento. Mas eu adorei esse final, a forma como você escreveu. Ficou lindo demais. Beijos.

. Nadine disse...

Rs, ahh Marcela, achei que já tivesse acabado rs, mas que bom que não! hehe, beijos.

raquel disse...

fica, fica muita saudade...
gostei*