segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Sobre os Amores que não Acontecem III

  

3 – O encontro dos Corpos

Depois de alguns encontros com o moço dos olhos de mel, Samantha estava se apaixonando aos poucos e com toda a sua leveza e simpatia conquistará André também.
Após um exaustivo dia de trabalho, seu celular tocará em meio ao transito da grande metrópole. Atenderá com um enorme sorriso estampado em seu rosto e dissera sim ao pedido de André.
Samantha esperava ansiosa no sofá de sua casa. Vestirá um, sobretudo branco com um vestido escuro. Ao ouvir a campainha contou até dez e assim abrirá a porta.
Lá estava André todo de preto, cabelos bem tratados, todo elegante. Desajeitados e nervosos desceram do prédio e foram até o carro.
Ao entrarem no teatro sentaram-se na terceira fileira com uma ótima visão. Assistiram a apresentação musical e logo saíram, caminharam um pouco juntos de mãos dadas. Ao chegarem á uma bela praça cheia de arvores e bem iluminada começou a cair os primeiros pingos de chuva, saíram imediatamente, a chuva aumentava a cada instante e ao entrarem no carro estavam ensopados.
André levará Samantha até a sua casa que era mais perto, dará uma muda de sua roupa que ficará grande de mais. Samantha invadirá a sua cozinha e fizera um chá para esquentar seus corpos frios e úmidos.
Depois do chá e de muita conversa sairá o primeiro beijo da noite, o primeiro afago nos cabelos. Dessa vez havia mais sentimento, mais intensidade, não foi sem significado. A noite acabará e dormiram por ali mesmo, no chão da sala entrelaçados e aquecidos.
André acordará antes e observará a bela moça que dormia em seus braços. Pensará: “Será que é amor? E se for, posso pedir para que fique??”



- Marcela Alves

Um comentário:

Luciana disse...

Opa,claro que pode pedir rs.
Adorei seu conto.