sexta-feira, 21 de maio de 2010

Perto do Paraiso


"Em meio a nostalgia rotineira, caminhava pela beira da praia e a calmaria divina passou por mim e por alguns instantes o vento que bagunçava os meus cabelos me ajudou a esquecer os problemas e perceber que ainda nao estou sozinha.
Um passeio no meu pequeno paraiso, que fica logo ali, atravessando o mar. Sai daquela confusão, quem me perguntava par aonde eu iria, ouvia:
- Irei ao paraiso, ao meu pequeno paraiso.
De manhã, quando abri os olhos, depois de muito tempo tive a vontade de acordar, mais logo percebi que quele paraiso foi só um sonho."

      Marcela Alves

Um comentário:

R. disse...

Obrigada, o teu também é bonito!

É sempre difícil dizer adeus.. Mas força, vais conseguir ultrapassar :)