segunda-feira, 23 de maio de 2011

Não Imaginava que eu pudesse fazer isso.



Foi em um show de pagode (e eu nem gosto de pagode), eu perdi todo o controle, na ultima noite da temporada eu fiz o que meu coração mandou, eu larguei tudo e sai correndo.
Não uma pessoa qualquer, mas corri para os braços do homem que quando passa faz meu coração balançar e quando me olha faz meu corpo todo estremecer, que me conhece melhor do que qualquer pessoa no mundo.
Eu perdi a linha eu sei, e não mereço pontos de honra por isso, mas de forma alguma, do fundo do meu coração não me sinto arrependida e jamais me sentirei porque nessa ultima noite eu me joguei nos braços do homem que eu amo, mas as circunstancias não me deixam amá-lo.
Mas eu acredito que para os amores impossíveis, apenas o tempo pode dar um jeito.



-Marcela Alves

3 comentários:

Shuzy disse...

Sabe Marcela, eu sou fã dos amores impossíveis...

Sandra Ribeiro disse...

Opaaaaaaaaaaa, pára tudo!!! Então só me resta torcer, para que o tempo passe e o amor se torne possível...E se não for com ele, pelo menos em uma noite vc o teve e poderá guardar uma lembrança bonita pelo menos!

Franciellen :) disse...

Acho que não existe amor que seja impossível, e eu acredito muito mais na força de um sentimento que no tempo...
E foi isso que notei no texto.