domingo, 27 de fevereiro de 2011

Bilhete que poderia ter sido deixado na soleira da porta


Por onde eu passo você esta presente. Nos lugares, nos nomes de ruas, nos cantos escuros, em qualquer lugar.  Parece que o universo não quer que eu te esquece, e eu também não quero esquecer.
Eu acordo todas as manhãs imaginando quando vai ser o dia em que vou sair de casa, ouvir seu nome e não sentir nada, não sentir meu coração apertar e quando o telefone tocar nao ficar imaginando se é você do outro lado.
O mais ilario é que eu sei que isso ira acabar um dia, mas eu nao quero que acabe. Não quero deixar de amar você, mesmo que no momento eu precise, mesmo que esse amor nao caiba só no meu peito. Quero uma chance de ser feliz com você sem ser escondido. Que um dia todos vejam nossa felicidade.!


Sua Máh Alves

3 comentários:

Ives disse...

Que dure para sempre! abraços

. Nadine disse...

Eu acordei muitas manhãs assim também. E respirei aliviada, quando: passou.

Mas é sempre difícil esquecer. Principalmente quando a gente não quer.

Espero que dê tudo certo pra você(s).

Abraço forte =*

Lary *-* disse...

é complicado querer e não poder ter...
Mais que seja eterno enquanto durar...