sábado, 12 de junho de 2010

o bilhete que eu nao mandei.

Saudade de você, do seu abraço, das nossas conversas e das vezes que você me pegou no colo (ahuahuhua) eu nunca vou esquecer-me disso, pode passar o tempo que for.

Pode parecer bem estranho, só que toda vez que penso em você, tento me convencer de que preciso conhecer alguém o mais rápido possível, e de preferência que seja bem diferente de você. Confesso que já conheci muitos, mais só você pegou o meu coração e levou em borá junto com o meu sorriso naquela noite de sábado lembra? Eu me precipitei NE, desculpa!



Pode ir, eu te espero ta.. Quando você voltar eu estarei aqui, e depois é só você me chamar que eu vou...


Marcela Alves


"É impossível

Fingir que posso controlar
O que estou sentindo
É muito forte pra negar
Pra que resistir
Se eu sei que você também quer
Sabe que eu não vou seguir sozinha
Você tem a chave do meu coração "♫ ♫

3 comentários:

Lia Araújo disse...

Oh menina, pq a gente escreve as coisas e não manda eim?

bjos querida
Cuide-se

Mayara disse...

shahusuhasa... putz vei me identifiquei de maiis com seu texto inclusive com "naquela noite de sábado lembra"
até isso... parece mais q vc pegou uma pequena parte da minha historia e tranformou-la num poster
shauhsahusa

bjs e se cuida...
a e n perde tempo n... manda logo esse bilhete, pelo menos eu prefiro me arrepender do que fiz do que depois ficar lamentando porque não fiz... pense assim sem fazer algo vc ja tem um não... apartir do momento q vc manda vc vai em busca do sim, se n conseguir o n vc ja tinha então n fará diferença.

Bru Ramos disse...

NAQUELA NOITE DE SABADO!
Gostei demais do texto , ja estou te seguindo!
apareça sempre em meu blog tbm ;)